A Importância dos Lipídeos e Funções no Organismo


lipo 6 na promoção

Aprenda agora mesmo que qualquer Nutriente existente tem suas funções importantes para nosso organismo, porém seu excesso pode causar grandes prejuízos. Conheça um pouco mais dos lipídeos:

O principal objetivo deste artigo é apresentar um macronutriente que possui extrema importância para um organismo saudável e saciado. Entendam quais são as funções que os lipídeos possuem dentro do corpo humano e como isso afeta diretamente nossa saúde. As funções e também seus malefícios e benefícios na musculação.

Palavras chaves: Lipídeos, Gorduras, Obesidade, Saúde

Introdução:

Sabemos que os lipídeos, também chamados de gorduras é um dos principais nutrientes contidos em nosso corpo, principalmente no tecido adiposo que representa a nossa maior energética, porém não só nele. Mas precisamente as gorduras estão presentes em qualquer parte do nosso organismo, a própria célula possui bicamadas lipídicas que são importantes para seu funcionamento.

As gorduras possuem características hidrofóbicas, ou seja, são apolares. Essa é uma das principais razões de nosso tecido adiposo ser nossa maior reserva energética. O glicogênio é hidrofílico o que torna propício o acúmulo de h2o em seu interior. Caso o glicogênio fosse a maior reserva, teríamos uma grande quantidade de líquido retido no mesmo e consequentemente uma aparência extremamente inchada.

Os lipídeos podem ser classificados como: Cerídeos, Fosfolipídios, Glicerídeos, Esteroides. Os principais discutidos nesse artigo são os esteróides, muito comentado em nosso meio culturista e os glicerídeos presentes abundantemente em nossa alimentação.

Os lipídeos podem ser essenciais ou não essenciais, sintetizado ou não pelo organismo humano, porém sua ingestão é necessária. Eles facilitam uma gama de reações químicas que ocorre no organismo, dentre elas as vitaminas lipossolúveis (K, A, D e E).

Funções e Importância dos Esteróides no Organismo:

Os esteróides são hormônios, ou seja, não possuem atuação direta no organismo, porém servem para sinalizar diversas reações que podem acontecer dentro do mesmo. São formados basicamente de colesterol que é um tipo de gordura abundante em nosso sistema.

Os hormônios esteróides são o cortisol, aldosterona, estradiol e estriol, progesterona, testosterona e 1,25 – diidroxicolecalciferol.

O hormônio mais utilizado em nosso meio culturista é a testosterona.. Ele possui características lipossolúveis, ou seja, são solúveis na membrana plasmática. Contudo os esteroides podem atravessar a célula e seguir até seus receptores citoplasmáticos ou nucleares. Enquanto os outros hormônios peptídios não possuem esta função, eles se encaixam em receptores transmembranas (superfície da célula). Por possuir esta característica, os hormônios esteróides possuem uma ação mais prolongada e também podem afetar a síntese de DNA, causando modificações no mesmo e com isso mutações genéticas em casos mais extremos.

Estes hormônios são altamente hepatóxicos o que pode causar sérios danos ao fígado, principalmente quando se faz uso de bebidas alcoólicas ou comidas gordurosas.

Pegando como exemplo a testosterona, ela já é sintetizada no organismo em condições normais, quando injetada em quantidades altas, nosso organismo para a produção. Logo após a interrupção da mesma, há uma demora a voltar à produção normal pelo corpo, o que causa diversos efeitos colaterais temporários como perda da libido, depressão dentre outros…

Funções e Importância dos Glicerídeos no Organismo:

Os glicerídeos podem ser saturados (sólidos) ou insaturados (óleos). Podemos adquirir ambos na alimentação, porém seu excesso podem causar prejuízos graves para saúde, principalmente os saturados que possuem as cadeias mais fechadas, prejudicando a fluidez entre as membranas, dificultando sua locomoção.

“Se todos os carbonos de uma cadeia de ácidos graxos se unirem através de ligações simples, dizemos que se trata de uma cadeia saturada, como a cadeia de ácido palmítico. Sendo assim, esse glicerídeo será uma gordura saturada, que é sólida à temperatura ambiente e encontrada principalmente em produtos de origem animal, como carnes vermelhas e brancas, leite e derivados. Os óleos encontrados no coco e no cacau são gorduras saturadas. No entanto, se as moléculas de ácidos graxos apresentarem ligações duplas entre um ou mais pares de carbonos da cadeia, dizemos que se trata de uma cadeia insaturada; e o glicerídeo será uma gordura insaturada, que é líquida à temperatura ambiente e encontrada principalmente em vegetais, como azeite de oliva, castanha-do-pará, semente de linhaça, amêndoa, girassol, truta e salmão.”

O consumo de gorduras na quantidade certa é totalmente benéfico para saúde, principalmente para nossa reserva energética. Além de servir de isolante térmico e atuar como percussores de vitaminas e hormônios.

Vale lembrar que o excesso de gorduras saturadas pode elevar o acúmulo de triglicerídeos no organismo, causando predisposições a diversas doenças como o entupimento das veias e artérias, pela deposição de gorduras nas mesmas. Podendo levar a possíveis doenças cardíacas, ou até mesmo o AVC e a lipogênese hepática, o acúmulo de gorduras no fígado.

Conclusões:

Assim como qualquer outro nutriente a gordura é essencial para a vida de qualquer pessoa, porém quando consumida em excesso pode causar sérios danos à mesma.

Além do extremo aumento do tecido adiposo levando a obesidade e a aparência física prejudicada, o acúmulo de gorduras no organismo pode causar prejuízos silenciosos ao mesmo. Como a deposidade de lipídeos nas paredes de vasos e artérias, causando o entupimento dos mesmos aumentando a pressão arterial e propiciando o aparecimento de possíveis AVCs.

Consulte profissionais da área da saúde para adequar sua dieta com o consumo correto desse macronutriente, pois ele tem um papel principal para sua saúde e também para o ganho de massa muscular de forma indireta que é o grande sonho dos praticantes de musculação do mundo atual.

Opte por consumir as gorduras insaturadas, os óleos. Pois estes são mais saudáveis.

Referências Bibliográficas:

Fonseca, Krukemberghe Fonseca. Lipídios. Graduado em Biologia. Equipe Brasil Escola. http://www.brasilescola.com/biologia/lipidios.htm. acesso em 15/10/2012.

Juliana Chauffaille, “Hormônios Esteróides”. Portal Zé Moleza – http://www.zemoleza.com.br/carreiras/13699-hormonios-esteroides.html acesso em 15/10/2012.

Lima, Waldecir Paula.Lipídios e Exercícios. Editora: Phorte Editora. Lido em 2012.

Louredo, Paula Louredo. Glicerídeos: Os glicerídeos são lipídeos encontrados em maior quantidade nos alimentos e são representados pelos óleos e gorduras. Graduada em Biologia. http://www.brasilescola.com/saude-na-escola/conteudo/glicerideos.htm. acesso em 15/10/2012

Pinheiro, Denise M. A Química dos alimentos. Editora: Edufal. Lido em 2012.

Rodrigues, Luis E. Araújo. Lipídios aspectos bioquímicos e médicos. Editora: Edufba. Lido em 2012.

Toda Biologia. Lipídios: Saiba mais sobre os lipídios, funções básicas, características, composição dos lipídios, fontes, gorduras. http://www.todabiologia.com/dicionario/lipidios.htm. Acesso em: 15/10/2012.

_________________________________

Escrito por: Bruno Azevedo da Silva

13 de outubro de 2012

Graduando em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro




Os Melhores Suplementos na Promoção:


Termogênicos Queimadores de Gorduras

Aviso

Não se esqueça que antes de usar qualquer produto o ideal é procurar um profissional da área de nutrição. O Termogenicos.net é apenas um site informativo, portanto isentamo-nos de toda responsabolidade ou oferecemos qualquer garantia.
© Termogenicos.net - Todos os Direitos Reservados | Desenvolvimento W3CMS